teste1

asdasdada asda

Experiencia

cadv´svom´vo ´ºo spvo ´sdvk ks~lkv lasvk

teste1

teste

fuga na frente

czv,z\çvbmçzl

xxv

vzvxzv

Vitória de Ricardo Stacchiotti

O italiano Riccardo Stacchioti (Mstina Focus) vence, ao sprint, a primeira etapa em linha da Volta 2018, batendo Luís Mendonça (Aviludo-Louletano) no sprint de Albufeira.

Fuga anulada a 2 km da meta

Pelotão anula a fuga e prepara-se para uma chegada ao sprint.

Km 186 - Queda no pelotão, envolvendo vários corredores, entre eles Joni Brandão (Sporting-Tavira).

Km 184 - Paulo Silva (185, LA-Alumínios) tenta destacar-se na frente do pelotão,que já avista o trio da frente e segue a meio minuto.

Km 180 - A pouco mais de uma dezena de quilómetros da chegada, o pelotão aproxima-se dos fugitivos e já pedala a menos de um minuto (50 segundos), numa fase em que é atingida a quinta hora da viagem. A média sobe lgeiramente para 36 km/hora.

 

Km 178 - Na cabeça do pelotão, o W52-F. C. Porto passa a ter a ajuda da Vito-Feirense, da Euskadi-Murias na perseguição. A vantagem do trio, no entanto, mantém-se nos 1.15 minutos.

A 15 km da meta, a vantagem do trio é de 1.15 minutos para o pelotão.

Mario Vogt é o herói do dia

O alemão Mario Vogt andou longe do pelotão durante 150 quilómetros. Atacou na meta volante de Grândola e passou quase quatro horas em pedaada solitária.

Meta volante em Portela de Messines

Km 171,6 - Ordem de passagem na meta volante:

1.º 107 - Rui Rodrigues (Avludo-Louletano)

2.º 33 - Jesse Ewart (Team Sapura)

3.º 111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita).

Pelotão absorve o trio intermédio e passa a um minuto dos fugitivos.  

A 25 km da meta de Albufeira, o trio pedala com 35 segundos de vantagem sobre o grupo intermédio de seis corredores e com 1.15 minutos sobre o pelotão. 

Km 162 - O grupo da frente parte-se e um trio forma-se na dianteira. São eles Jesse Ewart (Team Sapura), Rui Rodrigues (Aviludo-Louletano) e Pierpaolo Ficara (Amore & Vita). No pelotão, passa a sr a equipa do W52-F. C. Porto a comandar a persegução. 

Km 158 - Um grupo de dez corredores, constituído por 22 -José M. Diaz Gellego (Israel Cycling), 33 - Jesse Ewart (Team Sapura), 43 - Oscar Rodriguez (Team Ecuador), 51 - Fernano Barcelo (Euskadi Murias), 84 - Maxim Rusinac (Team Differdange Losh), 103 - Oscar Hernandez e 107  - Rui Rodrigues (Aviludo-Louletano), 111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita), 174 - Rafael Lourenço (Liberty Seguros-Carglass), 183 - David Ribeiro (LA-Alumínios), junta-se a Mario Vogt.

Km 150 - Após vários ataques na cabeça do pelotão forma-se um grupo de dez corredores na perseguição ao alemão do Team Sapura Cycling.

Km 141 - Quarta hora da etapa. Média de 35,3 km/hora. Vogt rola com 2.45 minutos, quando se iniciam manobras na frente do pelotão.

Km 130 - Pelotão aproxima-se do alemão aventureiro e já rola apenas com 1.30 minutos de araso.

Vogt resiste ao calor e ao desgaste

Km 127,5 - O herói da jornada resiste na frente. Mario Vogt, alemão nascido em Estugarda, aguenta o calor e o desgaste de uma fuga com mais de 100 quilómetros, com uma vantagem de 2.00 minutos sobre o pelotão.

Km 125 - É anunciada a primeira desistência da prova. Joaquim Silva (Caja Rural) encosta a bicicleta e deixa a equipa do camisola amarela com menos força.

Vogt assegura camisola azul

Km 103,8 - Prémio de montanha (Odemira, 4.ª categoria): 1.º 34 - Mario Vogt (Team Sapura); 2.º 137 - Kuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack); 3.º 53 - Cristian Bolaños (Team Ecuador).

Vogt assegura a liderança do Prémio da Montanha e vestirá a camisola azul no pódio de Albufeira.

Prémio de montanha (Odemira, km 98, 4.ª categoria)

Km 98 - Vogt passa na frente na primeira contagem de montanha de Odemira, com uma vantagem de 4.10 minutos sobre o pelotã

Ordem de passagem: 1.º 34 - Mario Vogt (Team Sapura); 2.º 104 - Luís Fernandes (Aviludo-Louletano); 3.º 53 - Cristian Bolaño (Team Ecuador).

Km 84 - Vantagem de Vogt estabiliza nos 4.40 m, quando a caravana passa por São Luís.

Km 76 - Segunda hora cumprida na etapa. A média é de 38 km/hora.

Km 47 - Meta volante em Santiago do Cacém. Guy Niv (26, Israel Cycling Academy) passa na frente, seguido de Mario Vogt (Team Sapura). O duo passa com uma vantagem de 3.45 minutos sobre o pelotão, liderdo por Josu Zabala (62, Caja Rural).

Fugitivo aumenta vantagem

Km 65 - Mario Vogt mantém um ritmo vigoroso e vai aumentando a diferença para o pelotão: 5.40 m.

Km 60,5 - Mario Vogt, 12.º na classificação geral, continua a aventura ao sol alentejano e aumenta a vantagem para o grande grupo: 4.05 minutos.

Prémio Montanha 4ª Categoria - Stª. Margarida da Serra

KM 29,4: PM4 - STª Margarida da Serra

1º: 34 - Mario Vogt (Team Sapura Cycling)

2º: 26 - Guy Niv (Israel Cycling Team)

3º 72 - Louis Bendixen (Team Coop)

Km 55 - O duo da frente separa-se, com Guy Niv a atrasar-se. Mario Vogt passa a pedalar isolado.

Meta Volante Grândola

KM 20,6: Meta Voltante - Grândola

1º: 53 - Cristian Bolaños (Team Ecuador)

2º: 34 - Mario Vogt (Team Sapura Cycling)

3º: 26 - Guy Niv (Israel Cycling Team)

Km 50 - O pelotão encurta ligeiramente a distância para o duo da frente: 3.35 minutos. Entretanto, o calor aperta, com os termómetros a atingirem os 40 graus.

Km 10 - A aventura do duo não vai muito longe a ambos são absorvidos pelo pelotão.

Km 6,5 - É lançado o primeiro ataque da Volta 2018. Fogem ao pelotão os corredores Akmal H. Zakaria (32, Team Sapura Cycling) e Hakon Aalrust (71, Team Coop).

Km 37,1 - Cumprida a primeira hora de prova. Na frente seguem os corredores Guy Niv (26, Isarel Cycling Academy) e Mario Vogt (34, Team Sapura).

Km 5 - O pelotão rola compacto, uma altura em que é anunciada, a ítulo excecional, a abertura do abastecimento de água.

km 37,1 - Atingida a primeira hora de prova.

Km 37,1 - Atingida a primeira hora de prova.

Dpois da partida simbólica, para  consagração ds crredores em Alcácer, acaba de ser dada a partida real. Agora é a sério.

Espera-se uma etapa disputada sob forte calor. À partida de Alcácer estão 35 graus.

Km 0 - 131 corredores a caminho de Albufeira. A tirada contém três volantes, em Grândola (km 20,6), Santiago do Cacém (km 47) e Portela de Messines (km 171,6), e três contagens de montanha,  todas de 4.ª categoria, em Santa Margarida da Serra (km 29,4) e Odemira (duas contagens, ao km 98 e 103,8).

Pelotão em movimento na primeira etapa da Volta. Acaba de ser dada a partida simbólica.

Os portadores das outras camisolas são: Verde (Pontos, Rubis) - Daniel Mestre (Efapel); Azul (Prémio da Montanha, Liberty Seguros) - Louis Bendxen (Team Coop); Branca (Juventude, RTP) - César Martingil (Liberty Seguros-Carglass).

Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA) transporta a camisola amarela, depois de ter sido o mais rápido no prólogo de Setúbal.

Etapa Alcácer do Sal-Albufeira (191,8 km)

Boa tarde. Dentro de 15 minutos terá início a primeira etapa em linha da 80.ª Volta a Portugal em Bicicleta. Sob o calor de Alcácer do Sal. 131 corredores preparam-se para uma longa viagem de 191,8 quilómetros.