5:25:09

Joni Brandão é o novo líder do prémio da montanha

Ao passar à frente na contagem de montanha do Sameiro (2.ª categoria), Joni Brandão (Sporting-Tavira) passa a vestir - por direito próprio e não por "empréstimo" - a camisola azul de rei da montanha.  

5:23:03

Raul Alarcón segura camisola amarela

O espanhol Raul Alarcón (W52-Fc Porto) segura a camisola amarela e mantém as diferenças do início da tirada: 52 segundos para Joni Brandão (Sporting-Tavira) e 1.41 minutos para Vicente de Mateos (Aviludo-Louletano).

5:20:36

Vicente de Mateos ganha em Braga

Final da oitava etapa - Vicente de Mateos (Aviludo-Louletano) ganha em Braga, repetindo o feito da segunda etapa (Beja-Portalegre).

5:12:16

Figuras das corrida em ação

Km 138 - Raul Alarcón, Joni Brandão, Vicente De Mateos e Edgar Pinto destacam-se a caminho do Sameiro.

5:08:21

Domingos Gonçalves ataca

Km 137 - Domingos Gonçalves (141, Radio Popular-Boavista) ataca na cabeça do pelotão e isola-se, preparando a descida final. Raul Alarcón (1, W52-FC Porto) mostra quem manda.

5:05:18

Luís Afonso dá o tudo por tudo

Km 136 - Luís Afonso (133, Vito-Feirense-Blackjack) comanda os quatro sobreviventes da fuga. 

5:01:49

Início da subida fatal para o grupo

Km 135 - No início da derradeira escalada, o grupo começa a perder unidades e o pelotão aproxima-se: 45 segundos para a frente da corrida.

4:57:25

Pelotão a um minuto dos fugitivos

Km 131,6 - Na primeira passagem pela meta de Braga, os agora oito fugitivos rolam com um minuto de vantagem sobre o pelotão. No grupo perdeu o contacto Venceslau Fernandes.

4:44:17

Luís Gomes ganha terceira montanha

Km 122,3 - Contagem de montanha do Sameiro (3.ª categoria):

1.º 144 - Luís Gomes (Radio Popular-Boavista)

2.º 123 - Rafael Silva (Efapel)

3.º 133 - Luís Afonso (Vito-Feirense-Blackjack)

4.º 41 - Fernando Barcelo (Euskadi-Murias).

O pelotão, comandado pelos corredores da Aviludo-Louletano, passa com 1.23 minutos de atraso.

 

4:33:09

Média reduz-se na terceira hora

Km 116,8 - Cumprida a terceira hora de prova. A média é de 38,9 km. Nesta fase, o pelotão pedala a 1.55 minutos dos 10 homens da frente.

4:29:35

Paulo Silva fica para trás

Km 111 - Paulo Silva perde o contacto com o grupo durante a subida.

4:25:44

Início da primeira subida para o Sameiro

Km 109 - Começa a primeira das duas escaladas para o Sameiro e o pelotão já colocou a diferença abaixo dos três minutos: 2.55 m.

4:21:14

3.05 minutos a 40 km da meta

A 40 km da meta, os 11 fugitivos têm uma vantagem de 3.05 minutos. Na fuga segue Venceslau Ferandes (Liberty Seguros-Carglass), filho da velha glória com o mesmo nome e vencedor da Volta de 1984.

4:09:32

Paulo Silva triunfa na última meta volante

Km 100,4 - Meta volante na Póvoa de Lanhoso:

1.º 185 - Paulo Silva (LA Alumínios)

2.º 66 - Jon Irisarri (Caja Rural)

3.º 144 - Luís Gomes (Radio Popular-Boavista).

Pelotão cruza meta volante a pouco mais de três minutos.

4:01:22

Ficara fatura montanha de Geraz do Minho

Km 96,8 - Contagem de montanha em Geraz do Minho (4.ª categoria):

1.º 111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita)

2.º 175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass)

3.º 133 - Luís Afonso (Vito-Feirense-Blackjack).

Sporting-Tavira junta-se à Mstina na cabeça do pelotão, que rola com 3.30 minutos de desvantagem para os 11 heróis da jornada. 

3:44:23

Luís Gomes à frente na meta volante de Amares

Km 85,4 - Meta volante de Amares:

1.º 144 - Luís Gomes (Radio Popular-Boavista)

2.º 41 - Fernando Barcelo (Euskadi-Murias).   

3.º 123 - Rafael Silva (Efapel).

Pelotão acelera para diminuir a diferença: 3.50 minutos.

 

 

3:41:27

Média de 40 km/hora

Km 80 - Cumprida a segunda hora na etapa. A média é redonda: 40 km/hora.

3:37:15

Samitier volta a trocar de bicicleta

Km 77 - Samitier volta a trocar de bicicleta. Nesta fase, o pelotão, agora comandado pelos corredores da Mstina, rola com 5.15 minutos de atraso em relação ao fugitivos.

3:35:50

Contagem de Montanha - Portela do Vade

Relembramos a contagem de montanha de Portela do Vade (3ª categoria, km 62,9)

1º. 111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita)

2º. 175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass)

3º. 123 - Rafael Silva (Efapel)

4º. 185 - Paulo Silva (LA Alumínios)

3:27:11

Samitier avaria, troca de bicicleta e retoma o grupo

Km 72 - Avaria na bicicleta de 44 - Sergio Samitier (Euakadi-Murias). O corredor troca de máquina e retoma o lugar no grupo, numa fase em que os fugitivos levam 6.10 minutos de vantagem.

3:11:05

Ficara ganha primeira montanha

Km 62,9 - Contagem de montanha de Portela do Vade (3.ª categoria)

1.º 111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita)

2.º 175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass)

3.º 123 - Rafael Silva (Efapel)

185 - Paulo Silva (LA Alumínios).

 

 

 

3:07:53

Pelotão a 5.20 minutos dos 11 da frente

Km 55 - No início da subida para a primeira contagem de montanha do dia, o pelotão, comandado pela equipa do camisola amarela, segue a 5.20 minutos dos 11 fugitivos.

2:51:33

Rafael Silva ganha meta volante de Ponte da Barca

Km 51,8 - Meta volante em Ponte da Barca:

1.º 123 - Rafael Silva (Efapel)

66 - Jon Irisarri (Caja Rural)

175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass).

 

 

 

2:46:51

Euskadi-Murias também com dois homens na frente

Km 50 - Além da Caja Rural, a Euskadi também tem dois corredores na fuga.

2:43:32

Primeira hora em boa pedalada

Km 42,6 - Primeira hora da etapa em bom ritmo. Os 11 da frente dspõem de 5.45 minutos de vantagem sobre o pelotão.

2:36:00

Trio alcança o grupo: Agora temos 11 na frente

Km 41,8 - Os três conseguem alcançar o grupo da dianteira. Agora temos 11 ciclistas na frente:

21 - Awet Andemeskel (Israel Cycling Academy)
41 - Fernando Barcelo (Euskadi-Murias)
44 - Sergio Samitier (Euakadi-Murias)
66 - Jon Irisarri (Caja Rural)
67 - Danilo Celano (Caja Rural)
111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita)
123 - Rafael Silva (Efapel)
133 - Luís Afonso (Vito-Feirense-Blackjack)
144 - Luís Gomes (Radio Popular-Boavista)
175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass)
185 - Paulo Silva (LA Alumínios).

2:28:49

Trio a 50 segundos dos oito da frente

Km 33 - Os três perseguidores continuam desesperadamente a tentar alcançar os oito da frente e rolam com 50 segundos de desvantagem. Recordamos o nome dos três:

41 - Fernando Barcelo (Euskadi-Murias)
111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita)
185 - Paulo Silva (LA Alumínios).

 

2:22:59

Mais de cinco minutos

Km 28 - O trioi pedala a um minuto dos oito maiores aventureiros e o pelotão, comandado pela equipa W52-FC Porto, já leva 5.05 minutos de atraso.

2:18:32

Dois homens da Caja Rural na fuga

Km 26 - Os oito continuam a aumentar a diferença: 4.50 minutos para o pelotão e já mais de uma minuto para o trio perseguidor. No grupo destacam-se dois corredores da Caja Rural. Recordamos a composição do grupo:

21 - Awet Andemeskel (Israel Cycling Academy)
44 - Sergio Samitier (Euakadi-Murias)
66 - Jon Irisarri (Caja Rural)
67 - Danilo Celano (Caja Rural)
123 - Rafael Silva (Efapel)
133 - Luís Afonso (Vito-Feirense-Blackjack)
144 - Luís Gomes (Radio Popular-Boavista)
175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass)

2:12:14

Vantagem a aumentar: quatro minutos

Km 20 - Oito em pedalada vigorosa já levam quatro minutos de vantagem para o pelotão. O trio perseguidor segue a 55 segundos.

2:08:08

Oito na frente, três em posição intermédia e pelotão a três minutos

Km 17 - Barcelo e Ficara alcançam Paulo Silva e estão a 42 segundos dos oito da frente, enquanto o pelotão, em ritmo moderado, já circula com três minutos de atraso.

2:03:44

Paulo Silva descola na frente

Km 16 - Na frente, o corredor 185 - Paulo Silva (LA Alumínios) perde o contacto com o grupo, numa fase em que os agora oito aventureiros seguem com 40 segundos de vantagem sobre os dois perseguidores e 2.00 minutos sobre o pelotão.

2:02:21

Dois ciclistas em posição intermédia

Km 15 - Dois corredores entre os fugitivos e o pelotão:

41 - Fernando Barcelo (Euskadi-Murias)
111 - Pierpaolo Ficara (Amore & Vita).

 

1:59:05

Nove corredores em fuga

Km 13 - Nove corredores atacam e ganham rapidamente um minuto. São eles:

21 - Awet Andemeskel (Israel Cycling Academy)
44 - Sergio Samitier (Euakadi-Murias)
66 - Jon Irisarri (Caja Rural)
67 - Danilo Celano (Caja Rural)
123 - Rafael Silva (Efapel)
133 - Luís Afonso (Vito-Feirense-Blackjack)
144 - Luís Gomes (Radio Popular-Boavista)
175 - Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass)
185 - Paulo Silva (LA Alumínios).

1:45:12

Resumo da 7a Etapa

1:35:40

Etapa minhota em andamento

Km 0 - Acaba de ser dada a partida real para a oitava etapa, totalmente percorrida em estradas minhotas. 

1:32:51

Alarcón mas um dia de amarelo

Raul Alarcón transporta a camisola amarela, de líder da Volta Santander. O corredor da W52-FC Porto tem 52 segundos de vantagem sobre Joni Brandão (Sporting-Tavira) e 1.41 minutos sobre Vicente de Mateos (Aviludo-Louletano).

1:28:44

28 graus em Barcelos e pelotão em movimento

Partida simbólica acaba de ser dada. 112 corredores a caminho de Braga. Neste momento, a temperatura é de 28 graus.

1:25:42

Portadores das principais camisolas

Eis os portadores das principais camisolas:
Amarela (Santander, líder da corrida) - Raul Alarcón (W52-FC Porto)
Verde (Rubis, Pontos) - Vicente de Mateos (Aviludo-Louletano)
Azul (Liberty Seguros, Montanha) - Joni Brandão (Sporting-Tavira). O líder desta classificação e Raul Alarcón.
Branca (RTP, Juventude) - Xuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack).

1:23:50

Três metas volantes

A oitava etapa tem ainda três metas volantes:

Ponte da Barca (km 51,9)

Amares (km 85,4)

Póvoa de Lanhoso (km 100,4).

1:22:41

Quatro montanhas para mexer na corrida

Apesar de relativamente curta, a tirada contém quatro contagens de montanha, com destaque para as duas últimas, ambas com escaladas ao Sameiro (por locais distintos), que poderão fazer mexer a corrida.
Resumo das contagens de montanha:
Portela do Vade (2.ª categoria, km 62,9)
Geraz do Minho (4.ª categoria, km 96,8)
Sameiro (primeira passagem, terceira categoria, km 123,3)
Sameiro (segunda passagem, segunda categoria, km 139,2).

1:17:31

A etapa em linha mais curta da Volta

Boa tarde. Detro de 10 minutos será dada a partida simbólica da oitava etapa da 80.ª Volta a Portugal Santandar. A viagem, a mais curta desta edição, ligará Barcelos a Braga, na distancia de 147,6 quilómetros.